Na fala, o amigo solteiro

sem-tc3adtuloConforme a idade se aproxima e os trinta começam a fazer cada vez mais parte da nossa realidade, um problema em especial surge diante das nossas vidas; para os que ainda são solteiros, é claro: a formação de casais no grupo de amigos e o consequente desaparecimento dos mesmos (ah, estes mesmos. Sempre soube do perigo que eles representavam).

Não é de hoje que sabemos que quando um amigo nosso se enrabicha por alguma pessoa a tendência é de a partir deste momento, o tempo que ele terá com o “ser intruso” (ciúmes, eu?? Jamais!) será muito maior. Isso, com certeza, espera-se que ocorra muito mais durante os primeiros meses, quando há aquele sentimento de descoberta, de amorzinho pra cá, meu benzinho pra lá entre outros inhos mais. Mas assim, caros amigos (se é que ainda há a possibilidade de existir algum traço de amizade por aí), tudo tem limite.

Sejamos coerentes e bastante pontuais ao analisarmos o quão ridícula é a lógica do “estou afastado dos meus amigos, pois estou namorando”. Como gosto de trabalhar com listas, pelo fato de elas serem bem explicativas, cá estão algumas considerações importantes sobre este tema que vai fazer você, amigo desaparecido, pensar duas vezes antes de cometer novamente este erro com seus amigos solteiros:

1) Pode muitas vezes não transparecer, mas seus amigos solteiros sentem sua falta (o que é indiscutivelmente irritante de admitir);

2) No entanto, mesmo sentindo sua falta, eles não vão ficar te esperando pelo resto da vida (papel de trouxa? Oi?!). Isso significa que você também pode ser esquecido;

3) Seus amigos solteiros não estão aqui para lhes servirem apenas quando em seu relacionamento há algum tipo de desentendimento. Eles não são step de carro e nem merecem ser tratados como um. E isto também inclui chamá-los para sair apenas quando você quer se jogar na night para uma noite de vingança;

4) Quando os seus amigos solteiros reclamam da sua ausência, não tentem diminuir o que eles estão sentindo com risadinhas e deboches. Seus amigos solteiros apenas querem mais a sua presença;

5) Mas é da presença que eles estão sentindo falta e não unicamente de alguns minutos de atenção que você, erroneamente por telefone, combina dar ao seu amigo quase que na forma e migalhas;

6) E não me venha com a desculpa de você só ter uma vez na semana para ver o seu rolo. Até porque, se você utilizar esta lógica sempre, você também terá apenas uma vez na semana para ver os seus amigos. Em outras palavras, se você apenas priorizar o seu/sua peguete, esqueça os seus amigos, pois você nunca mais os verá;

7) Não, seu amigo não precisa arranjar um alguém para poder sair e socializar com você e seu rolo. É injusto este tipo de troca. Quem quis namorar aqui foi você;

8) Não tem tempo? Organize-se, afinal um dia você muito provavelmente terá muito mais do que um casinho. Você terá, quem sabe, uma família, com filhos ou cachorros, ou ainda terá os dois, você terá uma casa, um emprego, projetos paralelos e por aí vai. Então, acostume-se, amadinho;

9) Seja uma pessoa madura e entenda que deixar seus amigos solteiros de lado, os trocando por uma pessoa que você acabou de conhecer, é infantil, irresponsável e uma falta de respeito gigante com aqueles que já te conhecem há muito tempo.

E por último e não menos importante…

10) A gente (os amigos solteiros) sempre tenta avisar com antecedência sobre este comportamento, antes que seja tarde demais.